domingo, 21 de junho de 2009

Curtas


Ultimamente tenho estado sem palavras.

E as palavras não têm se ligado muito em me procurar.

Mas as imagens, ah!, essas sim eu sempre tenho por perto.

Elas vão e vem num piscar de olhos e mesmo assim me atingem como uma parede de concreto. A arte é dura com aqueles que a fazem tanto quanto com aqueles que a procuram. Amante rebelde que a todos agride e mesmo assim é por muitos procurada. Não seria a filosofia uma arte desgastada? Já está na hora do novo subistituir o velho. Por uma filosofia material.


Imagem de Sir Lawrence Alma-Tadema

2 comentários:

sweetsilent disse...

larga o blog e vai desenhar...;)

Ailatan Do Contrario disse...

Essa é a grande questão do escritor, conseguir transformar o q se vê em letrars meticulosamente arrumadas, enfileiradas, pontuadas e cheias de sentido e literariedade.
Saudade dos seus escritos e de vc!
bjo