domingo, 11 de janeiro de 2009

Curtas


“Cada uma que passa me leva um pedaço. E todas juntas não me fazem inteiro.”

Eu ia escrever mais, até que esta frase que está ai em cima virasse um curta. Porém vendo-a assim, meio de longe, me parece ter formado um quadro tão belo que não tenho coragem de dar-lhe nem mais um ponto. Não tendo escolha prefiro dizer que esse texto é um curtíssimo, do que alongar o que já foi dito de forma tão breve.

Imagem de Sir Lawrence Alma-Tadema

3 comentários:

Lola disse...

Quando as palavras pouco expressam, a brevidade se resume em apenas uma: olhar

(gostei do quadro)

sweetsilent disse...

daqui a pouco ta viranto apenas citações...
nem curto...

Mayara Bandeira disse...

nem curto,nem longo

quando se levam pedaços, sempre caem os farelos... quando junta tudo depois nunca é o mesmo

sei lá, né.